sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Callithrix jacchus


Para ilustrar o display descrito no post anterior, segue uma foto de dois Callithrix jacchus. Notem o animal da direita com pelos eriçados... Isso é um sinal de intimidação e agressividade. "Dentinho" ficou assim no final da história passada.

2 comentários:

www.lycurgo.org disse...

Amigo W.,

Confesso que não tenho tantas certezas quanto as que você tem, senão as da fé, que, contudo, não contam na argumentação, pois delas não há como convencer ninguém, não é mesmo? Penso sinceramente que é a incapacidade de explicar o mundo que em verdade alimenta o pensamento. Ciência, assim, seria mais coerência interna do que correspondência com a realidade (e o que é a realidade?). Ciência pode ser, portanto, apenas linguagem... Mas, também não sei se estou certo.

Bom... Tais colocações foram apenas pretexto para parabenizar-lhe por seus textos e deixar um abraço contigo e outros amigos do Cariri.

Sinceramente,
Lycurgo

Waltécio disse...

Meus textos não diminuem a complexidade da vida humana, compreendo que fazem parte. A grande maioria da idéias que escrevo não são de minha autoria, por isso coloco as referências ao lado.

O "original" aqui é viver nesse mundo. Ou seja, quando lemo um livro como "Eu, primata" parece algo longe de nós. O Blog é de alguém que vive entre essas regras de genética, evolução, meio ambiente e vida social primata.

Esse é o foco da história que contarei. Como é viver esse mundo na carne. Não ser um Richard Dawkins, mas uma pessoa comum.

Claro, concordo que no universo apenas o absurdo pode ser concebido~e que temos limitações hoje para simplesmente dizer: "pronto, sabemos toda a verdade, fim do mistério".

Estamos a caminho, mas a estrada é muito longa.

Seu site também é muito bacana, parabéns. Boas Festas de fim de ano, felicidades e muita saúde em 2009.

Abraço,

Waltécio

 
BlogBlogs.Com.Br